sexta-feira, 11 de maio de 2007

Ferido evacuado de helicóptero na E.N 114 entre Tapada e Almeirim


Ferido evacuado de helicóptero na E.N 114 entre Tapada e Almeirim

11 Mai 2007, 14:00h.Acidente na E.N 114 entre Tapada e Almeirim
Ferido evacuado de helicóptero na E.N 114 entre Tapada e Almeirim
O condutor de um veículo ligeiro que se despistou e chocou de frente com uma árvore na Estrada Nacional 114, entre Tapada e Almeirim, teve que ser evacuado de helicóptero do local do acidente.
O acidente ocorreu às 11.55 e por volta das duas horas o helicóptero ainda estava no local enquanto decorriam manobras para estabilizar a vítima que viajava sozinha no sentido Santarém/AlmeirimPara além do helicóptero do INEM os socorros foram prestados pelos Bombeiros Voluntários de Almeirim e por uma equipa médica VMER do Hospital de Santarém.
O trânsito esteve condicionado no local, no sentido Almeirim/Santarém.In Mirante On-line
__________________________________________________________________________________________________________
Noticia Jornal Almeirinense On Line em 15 Maio 2007
Um morto em acidente grave na E.N. 114.
O único ocupante do veículo ligeiro que, no passado dia 11, se despistou na Estrada Nacional 114, entre Almeirim e Tapada, não resistiu aos ferimentos resultantes do acidente e acabou por falecer já no Hospital de St.ª Maria, em Lisboa.
O despiste ocorreu por volta das 12h00 depois do condutor ter calculado mal uma ultrapassagem e se ter visto obrigado a sair da estrada para evitar o choque frontal com outro veículo que vinha em direcção contrária, acabando por embater numa árvore. A violência do embate, provocado pelo excesso de velocidade, levou a um processo moroso de desencarceramento por parte dos Bombeiros Voluntários de Almeirim que demorou cerca de duas horas.
O estado crítico em que se encontrava a vítima (fractura craniana e da laringe e ferimentos graves na perna esquerda), levou o INEM a solicitar o helicóptero para transportar o sinistrado para o Hospital de St.ª Maria, onde veio a falecer

1 comentário:

Bruno Verissimo disse...

o processo de desencarceramento não demorou cerca de duas horas mas sim cerca de 40 minutos, estando depois a vitima dentro da ambulância a receber os cuidados de emergência necessários. Fica aqui o esclarecimento.